Cicatrização de feridas no paciente diabético

Cicatrização de feridas NOVASOURCE PROLINE A cicatrização se constrói com inovação. Feridas crônicas podem apresentar complicações e não serem reparadas no tempo esperado1, principalmente em pacientes diabéticos. Pé diabético O pé diabético é um dos tipos mais comuns de ferida crônica e pode atingir até 25% dos pacientes diabéticos.1 Dos pacientes com pé diabético, 20% poderão sofrer algum tipo de amputação1; destes, de 13% a 40% sobreviverão apenas um ano após a amputação1 e de 40% a 80% sobreviverão apenas 5 anos após a amputação.3

A avaliação dos usuários para este artigo é


Faça o login para ver o conteúdo completo.