Conteúdo exclusivo para profissionais e estudantes da área de saúde.

  • Libras
    Botão Rybená LIBRAS
  • Voz
    Botão Rybená LIBRAS
  • + Acessibilidade
    Botão Rybená LIBRAS
icone

Paciente Crítico

Aqui você encontra conteúdos completos em diversos formatos como: vídeos, artigos científicos, casos clinicos, cobertura de eventos e muito mais!

Meta proteica, ou melhor, meta não seguida. -

1. QUESTÕES INTRIGANTES

No mínimo, é preocupante a diferença entre as recomendações universais de oferta proteica nos pacientes graves (1,2-2 g/kg/dia) e o que o “mundo real” consegue atingir na maioria dos pacientes (0,8-1,0 g/kg/dia), nos melhores casos. Principais diretrizes1,2,3, com base em ensaios clínicos, têm sugerido uma média de oferta de 1,5 g/kg/dia, a qual foi definida como o nível de consumo associado com a menor taxa de catabolismo.4,5,6 Muitos estudos observacionais sugerem que essas recomendações demonstram resultados positivos nos desfechos clínicos.7, 8 Na prática, revelou-se em grandes estudos recentes randomizados que a importância da meta calórica é inversamente proporcional à de proteína que os mesmos pacientes recebem nesses estudos.